Histórias de ex-aluno ::: Alberto Sasso

05out10

Alberto Sasso
Alberto Sasso de Sá (Design 2008/2 – Noturno)

O Alberto, ou Beto, fez o curso técnico em Design no período noturno e hoje, aos 23 anos e recém formado em Design Gráfico pela UNIVALI, é sócio da IW Comunicação, agência de web design em Florianópolis. Escreve para o blog da empresa e divide com amigos a administração do Dubaralho, um blog sobre mídia e design.

De Floripa para Araranguá

Quando terminei o segundo grau resolvi sair de Florianópolis e ir morar com meus avós em Araranguá, principalmente pela chance de trabalhar numa área que eu me identificava e para estudar em Criciúma. Enquanto fazia o curso técnico trabalhava em uma agência de propaganda de Araranguá chamada Aspekto Comunicação, lá eu era diretor de arte e responsável pela parte de web.

Site Le Chef Express

Site Le Chef Express - Layout: Alberto Sasso/IW Comunicação

O Curso

Pode parecer loucura, mas o curso técnico ensina muita coisa que não tive na faculdade, realmente vale a pena. No curso aprendi até em áreas que não me identifico como, por exemplo, a importância do acabamento. Quando se inicia na profissão você acaba querendo fazer os trabalhos rápidos, para fazer vários em pouco tempo. Design gráfico tem que ser contínuo, não se cria algo sem conceito só porque é “bonitinho”.

Outro ponto que aprendi no curso e que é uma área que gosto muito, apesar de não ter muito mercado aqui no Estado, é o segmento de embalagem. Na matéria que abordava embalagens aprendi a pesquisar e ver como a funcionalidade é importante, não adiantaria nada uma embalagem atraente que não funcionasse, os consumidores só iriam comprar uma única vez o produto. Comento com colegas de profissão que um dia ainda trabalharei na área de design gráfico para embalagem e merchandising no PDV.

Embalagem Catchup Áurea

Embalagem desenvolvida pelos alunos Alberto Sá e Wagner Gonçalves durante o curso técnico em Design/SATC 2007-2

De volta pra Floripa

Ao terminar o curso técnico voltei a morar em Florianópolis, onde trabalhei na Labbo Negócios Digitais, uma das maiores empresas do setor no Estado, foi lá que eu notei que web é a minha praia e me aprofundei nessa área.

Um ano depois, tive uma proposta da Dígitro, uma empresa de tecnologia, para atuar na área de design gráfico. Aprendi muita coisa na lá, principalmente sobre usabilidade e experiência do usuário.

Poucos meses antes de terminar a faculdade, saí da Dígitro e entrei como sócio da IW – Inteligência Web Comunicação e Sistemas, onde estou atualmente. Aqui faço a parte gráfica dos sites (um pouco de arquitetura de informação, a parte visual e um pouco de animação).

Dificuldades

A maior dificuldade foi me adaptar as diferenças entre o impresso e o on-line, mas foram coisas que fui aprendendo no dia a dia, em cada job. Outra dificuldade é que o curso técnico só tem uma fase na parte de web, fica aqui como sugestão a implantação de mais fases na área, já que é um segmento em pleno crescimento e muitos alunos com certeza seguirão esse caminho*.

Processo de trabalho

Como funcionário sempre respeitei as regras das empresas em que trabalhei. Porém, fui notando que empresas onde os funcionários são mais livres para opinar e tem horários flexíveis funcionam bem principalmente na área de design gráfico/tecnologia.

Site CTBC 2011

Site CTBC 2011 - Layout: Alberto Sasso/IW Comunicação

Hoje aqui na IW os funcionários opinam, ajudam a discutir jobs, dão sugestões, e essa é a metodologia que utilizamos, sempre respeitando os prazos de entrega junto aos clientes. A metodologia de trabalho aqui é a seguinte: atendimento, layout, implementação/programação e testes. Muitas vezes alguém responsável por uma das etapas, opina em outras fases do projeto, criando uma dinâmica onde todos envolvidos dão sugestões e ajudam uns aos outros, independente da responsabilidade de cada etapa.

Empreendedorismo

Apesar de muitas dificuldades (burocracia, impostos, etc.) eu sempre pensei em ter um negócio próprio, por isso procurava observar os métodos de gestão dos meus chefes nas empresas onde trabalhei. Hoje procuro ler bastante e sempre ouvir conselhos de pessoas mais experientes, pois sei que a responsabilidade como administrador é maior.

Site No Flash

Site No Flash - Layout: Alberto Sasso/IW Comunicação

Uma coisa que busco focar aqui na IW são áreas em que atuamos no mercado. O mercado de design gráfico ainda está começando aqui em Santa Catarina e os clientes estão vendo as vantagens de se contratar uma empresa especializada, aos poucos empresas que fazem de tudo um pouco estão perdendo mercado. Nossa empresa está focando em alguns segmentos do mercado, com isso conseguimos oferecer aos nossos clientes um serviço especializado por já conhecer os erros e acertos daquele nicho através de pesquisas e projetos anteriores.

O mercado na capital

Em Florianópolis, uma cidade onde a tecnologia é uma área muito valorizada e incentivada através de ações do governo, o nível técnico dos profissionais (muitos vindo de fora) está melhorando cada vez mais, porém o trabalho amador acaba oferecendo serviços por preços abaixo do mercado, mas com qualidade inferior.

Inspiração

Minhas inspirações busco na própria web, e variam de acordo com o tipo de trabalho e o ramo do cliente, leio muita coisa em sites como o Abduzeedo e Smashing Magazine, já que eles buscam aliar o lado teórico ao prático e trazem sempre informações novas.

Dica

Quem gosta de design gráfico deve ler bastante e procurar sempre se atualizar. Conversar com pessoas da área que são mais experientes é muito importante. Na faculdade ou no curso técnico as matérias teóricas são mais chatas, mas são extremamente importantes para se destacar no mercado.

+ sobre o Alberto
Blog: http://www.dubaralho.com.br
Twitter: @betoss
E-mail: betosasso@gmail.com

*Com a divisão dos cursos, hoje o técnico em Comunicação Visual está mais focado no design gráfico. Por isso, mais espaço foi aberto para as disciplinas de web design e programação para web. Para ver a grade de disciplinas acesse o site da SATC.

É ex-aluno e também quer compartilhar suas experiências no mercado de trabalho? Mande um e-mail para comunicandodesign@gmail.com



5 Responses to “Histórias de ex-aluno ::: Alberto Sasso”

  1. 1 H. Romeu Pinto

    Eu conheço o Alberto (Beto), esforçado e sempre superando preconceitos.

  2. 2 Jalim Rabei Sasso

    Já trabalhei com ele e realmente ele dá tudo de si! Ele beija a camisa e segura a bendeira mesmo! É um jovem empreendor que corre atrás e agarra com toda vontade tudo o que quer!

    Ele já apareceu na mídia outras vezes. Já o vi no jornal em um evento bem animado.

  3. Muito legal este post! O Beto sempre foi muito inteligente e merecedor de todo este sucesso. Ele vai muito longe!

    Parabéns ao professor pela matéria.

    Amanda

  4. Aê Beto!
    Desejo de coração muito sucesso pra você. Parabéns por suas conquistas, tenho certeza que você fez por merecer.
    Também adorei seus trabalhos!
    Beijo, Jhá

  5. Adorei a história dele e os trabalhos. Parabéns!
    Sucesso. (:


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: